Kaspersky: 20% dos usuários Android já sofreram com malware

[ad_1]

A Kaspersky divulgou nesta terça-feira, 21, um estudo realizado em parceria com a Interpol que revela que um em cada cinco dispositivos Android sofreu tentativa de ataque por softwares maliciosos. Os dados são de agosto de 2013 a julho deste ano.

Ainda segundo a pesquisa, um milhão de usuários Android no mundo inteiro encontraram tais softwares em seus dispositivos durante o período analisado.

Na Europa, o maior tipo de programa malicioso usado foi o Trojan-SMS, com 57%. Em seguida está o RiskTool, com 21,52%, e em terceiro, os Adwares, com 7,37%.

Já na América Latina, a lista tem os mesmos malwares, mas com a ordem distinta. Em primeiro está o RiskTool, seguido pelo Trojan-SMS e depois, o Adware.

O Trojan-SMS é um tipo de programa que envia mensagens SMS a números premium sem que o dono do aparelho perceba. Enquanto isso, o RiskTool é, um programa condicionalmente legítimo, mas que pode ser utilizado com fins maliciosos, como o envio de SMS ou transmissão da localização. No caso dos Adwares, trata-se da chamada “publicidade agressiva”, ou seja, pop-ups e notificações na barra de navegação.

[ad_2]

A Kaspersky afirma que os usuários da Rússia, Índia, Cazaquistão, Vietnã, Ucrânia e Alemanha estão entre os principais alvos dos cibercriminosos, já que a maioria da população destes países costuma pagar por conteúdo e serviços por SMS. Na América Latina, o Brasil é o país com mais ataques registrados, seguido por México e Colômbia.