A Continuidade de Negócio e o Plano de Recuperação de Desastre

Essencialmente, o Plano de Recuperação de Desastre trata o por que, o que, quem, onde, por que e quando de recuperação de suas atividades e procedimentos de negócio. A meta número um é reduzir o perfil de risco do negócio. A meta número dois é estar bem preparado, de forma que o impacto de qualquer interrupção seja minimizado.

Elementos do Plano de Recuperação de Desastre

Em regras gerais, o objetivo do Plano é minimizar as chances de interrupção de negócios e, se houver uma interrupção, tornar possível a rápida recuperação e permitir que a empresa volte a trabalhar.

Por que

O “por que” é para maximizar a continuidade de negócio e minimizar os danos aos recursos da empresa. Em última instância, a meta é para proteger a organização dos riscos-chave identificados e cumprir as estratégias de recuperação.

O que

O “o que” é um Plano de Recuperação de Desastre detalhado, mas focado na continuidade de negócio, um plano que fornece um roteiro para minimizar a interrupção e maximizar a continuidade de negócio.

Quem

O “quem” se refere às equipes. O esforço de recuperação é focado através de equipes. Enquanto a Equipe de Administração de Emergência é o líder dos esforços de recuperação, outras equipes podem incluir: Tecnologia da Informação, telecomunicações, instalações, energia, relações com o cliente, relações públicas, faturamento, atendimento ao consumidor, e recursos humanos.

Onde

O “onde” está, claro, nas instalações da companhia, mas também em locais alternativos, na localização de todos os empregados e na habilidade de encontrar e se comunicar com os empregados. A comunicação e a coordenação eficaz dos empregados é o requisito fundamental para recuperação bem sucedida.

Quando

E finalmente, existe a pergunta “quando“. Infelizmente, hackers, inundações, incêndios e outros riscos raramente seguem nosso programa de trabalho. O “quando” que nós podemos controlar é o “quando” da preparação da solução antes do problema ocorrer. O “quando”, também está relacionado com as prioridades da recuperação.

Se você não sabe para onde você está indo, qualquer estrada serve. A continuidade de negócio e o plano de recuperação de desastre são o mapa de estrada para guia-lo a sua meta de minimizar riscos, minimizar danos e reduzindo seu perfil de risco.

Autor: Marco Aurélio de Lima (maurelio@malima.com.br, http://www.malima.com.br)