O que é um projeto, afinal?

O que é um projeto, afinal?
julho 15 16:13 2004

Uma informação fundamental para o Gerenciamento de Projetos é a definição exata do termo Projeto. Muitas atividades que desempenhamos em nossas carreiras fazem parte de projetos, mas outras não podem ser tratadas com o mesmo enfoque. Afinal, o que é um projeto?

O que é um Projeto

A principal característica de um projeto é sua limitação no tempo: todo projeto tem um início e um fim. Não existe projeto com duração indeterminada ou que dure para sempre. Alguns são definidos a partir de uma data inicial, outros são guiados por uma data final, mas sempre uma dessas informações estará claramente definida.

Um projeto sempre tem objetivos claramente definidos e tangíveis. Esses objetivos podem incluir a construção de um prédio, o desenvolvimento de um sistema de computador, a realização de um evento. O projeto somente estará concluído quando seu produto ou serviço for produzido.

Um projeto também envolve um conjunto determinado de recursos humanos, financeiros e materiais que devem ser otimizados para atingir os objetivos dentro do prazo estipulado. Essa é a essência da Gerência de Projetos.

Assim, uma definição para projeto seria: “A utilização coordenada de recursos humanos, financeiros e materiais dentro de um período limitado de tempo para alcançar objetivos tangíveis e únicos”.

O que não é um Projeto

Tão importante quanto definir o que é um projeto, é saber o que não é um projeto: atividades rotineiras e de ciclo contínuo não podem ser encaradas como um projeto. Para entender isso, considere duas situações: a implantação de uma linha de produção e a produção diária dessa linha.

Implantação da Linha de Produção
Objetivos – Instalar uma nova linha de produção. Ao final das atividades teremos um resultado inédito, mesmo que já tenhamos outras linhas de produção.
Duração – Concluída após a produção piloto.
Recursos– Recursos são alocados e liberados e podem ser compartilhados ou mesmo usados parcialmente.

Produção Diária
Objetivos – Produzir um certo número de unidades de um produto a cada dia.
Duração – Não definida.
Recursos– Recursos são alocados de acordo com regras de demanda de mercado, de forma contínua.

Um projeto é definido por seus objetivos e os limites de tempo e recursos. Muitas vezes, essas informações não são tão claras e devido à grande variedade de projetos, alguns projetos terão semelhanças com processos rotineiros.

Além disso, há alguns processos rotineiros que costumam ser gerenciados através das técnicas de gerenciamento de projetos. Esse enfoque é chamado de gerenciamento por projetos e é aplicado em situações em que mesmo as atividades do dia-a-dia trazem surpresas, como na administração de redes de computador.

Categorias de Projetos

Há uma grande variedade categorias de projetos. Uma classificação proposta é a seguinte:

  • Administrativos (implantação de um novo sistema de pagamento).
  • Construção (construção de uma estrada, um viaduto, um edifício, um galpão).
  • Design (engenharia e arquitetura).
  • Desenvolvimento de software para computador.
  • Manutenção de equipamentos industriais (manutenção de um alto forno).
  • Eventos (organização de uma conferência, uma olimpíada).
  • Instalação de equipamentos (instalação de um servidor de redes, de um sistema telefônico em um prédio).
  • Desenvolvimento de novos produtos.
  • Pesquisas Médicas e Científicas.
  • Marketing (plano anual de vendas).

Essa classificação se baseia em parâmetros como tipo de mão-de-obra, grau de incerteza em relação ao que realmente se deseja produzir, pressão por prazos, nível de tecnologia, estabilidade do escopo que implica na possibilidade de alterações, nível de tecnologia e pressão do fator custo.

Gerenciamento de Projetos

A Gerência de Projetos (ou Gerenciamento de Projetos) é um ramo das Ciências Gerenciais que trata do planejamento e controle de projetos.

Gerenciar um projeto significa, resumidamente, planejar a sua execução antes de iniciá-la e, a seguir, acompanhar a sua execução. No planejamento do projeto são estabelecidos a meta, o escopo, a identificação das tarefas a serem realizadas e o seu seqüienciamento baseado nos recursos necessários e disponíveis. O controle do projeto, no sentido moderno do termo, significa a medição do progresso e do desempenho através de um sistema ordenado preestabelecido. Ações corretivas são tomadas sempre que necessárias.

As vantagens advindas de um projeto bem administrado se resumem, basicamente, em que a execução não diferirá significativamente do planejamento. E um bom planejamento implica que um projeto poderá ser executado em prazo e custo adequados e com a melhor qualidade possível.

Autor: Marco Aurélio de Lima (maurelio@malima.com.br, http://www.malima.com.br)

Bibliografia
PMI Standards Committee, “A Guide To The Project Management Body of Knowledge”, 1996, Project Management Institute, USA, p.4-8.

Youker, Robert, “Tbc Difference Between Different Types of Projects”, Preceedings of the 3û’ Anual Symposyum of PMl, 1999.

Verma, V.K. “Tbc Human Aspects of Project Management – Organizing Projects for Success”, 1995, PMI, USA, p.15-43.

  Categories: