Google proíbe anúncios de criptomoedas

O Google anunciou nesta quarta-feira (14/03) que vai proibir a partir de junho anúncios e conteúdos relacionados a criptomoedas, como bitcoin, para evitar “esquemas de fraude online”.

A nova política da empresa visa banir a publicidade de produtos financeiros não regulados ou especulativos, incluindo os relativos às moedas digitas.

O Google informou que removeu 3,2 bilhões de anúncios que violavam sua política de publicidade em 2017, quase o dobro ano anterior.

“À medida que evoluem as tendências de consumo, à medida que melhoram nossos métodos para proteger a web aberta, também melhoram os esquemas de fraude online”, afirmou Scott Spencer, diretor de anúncios sustentáveis da empresa.

A política será implementada em todas as plataformas associadas ao Google, incluindo o Facebook, Audience Network e Instagram. O Facebook já havia anunciado em janeiro a proibição de anúncios que promoviam produtos e serviços financeiros associados às criptomoedas.

O bitcoin e outras moedas virtuais se tornaram bastante populares nos últimos anos, chegando a uma rápida valorização de mercado cujo pico ficou próximo de 20 mil dólares por unidade em 2017.

A falta de regulamentação das criptomoedas atrai esquemas de fraude com as ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês), gerando milhões de dólares que podem simplesmente desaparecer em meio às operações.

Lavagem de dinheiro no Brasil com Criptomoedas

No Brasil, a Receita Federal afirmou nesta terça-feira que suspeitos de integrarem esquema de superfaturamento no fornecimento de pães para presídios estaduais no Rio de Janeiro realizaram quatro operações com bitcoins, totalizando 300 mil reais.

Segundo o superintendente da Receita Federal Luiz Henrique Casemiro, é possível se tratar de uma nova maneira de burlar a fiscalização do órgão, do Banco Central e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

“É uma forma de receber dinheiro no exterior utilizando um instrumento que não é regulado na maioria dos países”, afirmou.

A fraude foi identificada na nova fase da Operação Lava Jato, intitulada Pão Nosso. Foi a primeira vez que a Lava Jato identificou lavagem de dinheiro com bitcoin. O esquema teria desviado 44 milhões de reais dos 73 milhões de reais em contratos para o fornecimento de pães aos presídios do estado.

A revolução do conteúdo

A Revolução Do ConteúdoEm cerca de 20 anos da internet comercial no Brasil e um pouco mais no mundo, já são apontadas três diferentes fases para o marketing digital. Quem acredita que ser visto na internet é o suficiente está ficando para trás. Hoje, o importante é ser relevante. De nada adianta ter um grande número de acessos e não atender à expectativa do público. Esse é o sentido da Revolução do Conteúdo.

As três revoluções – a do estar presente, a do ser descoberto e a do ser útil – mostram o amadurecimento da comunicação digital. No começo da internet, ter um site era um diferencial. A presença por si só garantia uma boa percepção de marca. No início dos anos 2000, as empresas perceberam que um “www” não teria valor se ele não fosse acessado por muitos consumidores em potencial. Daí para frente, tudo era SEO (Search Engine Optimization), links patrocinados, e uma indústria bilionária se formou.

Os desafios são cada vez maiores para os profissionais de marketing. Além de criar estratégias para que as marcas sejam descobertas, é preciso pensar em como ser relevante. A palavra de ordem é engajamento. Devido, principalmente, ao acesso às mídias sociais e à popularização dos smartphones, o público ocidental consome hoje mais de 10 horas de conteúdo por dia. E eles querem aprender com as marcas, estabelecendo diálogos que passem conhecimento.

A melhor maneira para começar a fazer isso é pensar em produzir vídeos. Segundo o Cisco, até 2017, 69% do tráfego da internet vai ser para consumo desse formato. O vídeo é a forma mais clara e efetiva de comunicação. Isso porque mais do que receber informações, as pessoas querem que as marcas mostrem algo para elas. Está tudo tão corrido que, quanto mais rápida a mensagem for passada, melhor. Ninguém tem muito tempo. Nem o público, nem as marcas.

Quem sai na frente sempre tem vantagem. As marcas atentas são ditadoras de tendências e se destacam sempre, pois iniciam com menor concorrência. Basta comparar o Guaraná com a Coca-Cola no YouTube para entender a situação. Mais cedo ou mais tarde, vai ser mandatório produzir conteúdos para ser visto e reconhecido no meio on-line. Novas revoluções estão por vir. E, em breve, ser útil já não será mais suficiente. Run, Forest, Run!

Sobre a MPQuatro

Criada pelos empreendedores Greta Paz e Miguel Luz, a MPQuatro é a primeira startup do Brasil dedicada a estratégias no Youtube. A empresa atua na produção, roteirização, finalização de webvídeos e seu diferencial está na ativação desse conteúdo no ambiente online, com um custo acessível às PME’s porque realiza o ciclo completo de divulgação e elimina a necessidade de contratação de diversos prestadores de serviço.

Por que você deve ter uma boa lista de e-mails

Uma pesquisa divulgada pela Return Path indicou que o e-mail marketing é a mídia digital que mais traz retorno sobre o investimento (ROI), sendo, em média, 40,56 dólares de faturamento por dólar investido. Uma boa lista de e-mails pode ser a chave para o sucesso de seus negócios.

Quando se trata do mercado brasileiro os dados também são animadores: de acordo com a ABEND, 78% das empresas adotam o sistema como ferramenta de marketing em seus negócios e obtém, em média, 10% do seu faturamento a partir dos envios de e-mails.

Eis porque é tão recomendável que você crie uma rotina de e-mail marketing e, mais que isso, tenha sua própria lista de e-mails de visitantes interessados e clientes que optaram por receber suas mensagens.

Mas em tempos de excesso de dados disponíveis por aí, construir uma lista de e-mails chega a parecer perda de tempo, não é?! Pois não se iluda: de nada adianta “comprar” uma lista de e-mails com milhares de endereços se aquelas pessoas não desejam saber o que você tem de novo para mostrar. Elas simplesmente irão deletar sua mensagem sem ler.

Quer ser visto, ouvido e até esperado pelo seu cliente? Construa seu próprio relacionamento com ele, começando por deixar que ele escolha receber ou não seus e-mails. Veja algumas dicas de como estruturar, iniciar e manter sua lista de e-mails como fonte de lucros:

Ofereça iscas digitais
Pode ser um e-book gratuito, uma série de vídeos, ou outros conteúdos exclusivos e que tenham a ver com o seu negócio. O que importa é que seja uma oferta irresistível para o seu cliente pensar que, afinal, você deve ser um cara bacana para dar algo tão legal de graça. Assim ele mergulha de cabeça na sua lista de e-mails.

Não engane as pessoas
Já que você ganhou um novo assinante – que imagina que você é super bacana e só por isso entrou na sua lista –, não o decepcione e diga a verdade sobre suas intenções. Destaque os benefícios que você propõe para quem faz parte desse seleto grupo de assinantes e não prometa nada que não vá cumprir. Se sua intenção é usar a lista para fazer ofertas e promoções – mesmo que de vez em quando -, vale deixar isso de cara logo de saída.

Promova (mesmo) sua lista
Crie uma página no seu site para contar os benefícios de fazer parte do sua lista de e-mails e aproveite para ilustrar com algumas edições bonitas de e-mails passados, que tiveram bons descontos ou conteúdos interessantes.

Conte a todos que a lista existe
Se você tem um blog ou uma comunidade em rede social, prepare teasers da sua newsletter (o ideal é mesclar textos, imagens e botões com links) e publique-os junto ao seu conteúdo. As laterais e o topo do site também são áreas interessantes para incluir caixas de assinatura. Quem se interessar, será enviado diretamente para a página de inscrição.

Seja simples nos formulários
Quanto mais informação você pedir, menos pessoas estarão dispostas a preencher o formulário. Então, seja razoável: além do endereço de e-mail, que outras informações são realmente imprescindíveis?

Pronto para criar uma lista matadora e arrasar no e-mail marketing?

Três tipos de estratégias de marketing

[ad_1]

Existem três tipos básicos de estratégias de marketing que todas as empresas, grandes e pequenas de uso. Todos os planos de marketing pode ser dividido em um ou todos esses tipos. São eles:

Online ou internet marketing.
Marketing offline.
A palavra da boca ou marketing de relacionamento.

Não pode haver alguma cruz sobre uma dessas categorias principalmente entre online e relacionamento e como nós entramos em nosso tópico que você vai ver como é isso. Além disso, você vai descobrir que não pode haver uma ampla gama de custos de marketing entre estes diferentes tipos e eu sei que isso é importante para todas as pessoas que estão apenas começando um novo negócio. Lembre-se que o marketing pode ser a parte mais emocionante de um negócio arranque, porque você pode ver o seu negócio crescer e se tornar um sucesso.

Online / Marketing na Internet

empresas

Muitas pessoas hoje estão começando online. Como todas as empresas criadas, online ou em lojas de tijolo e argamassa, nem todos os que começam será bem sucedido e que vai determinar se eles fazem é o seu plano de marketing. O marketing online combina aspectos técnicos e criativos da internet, incluindo publicidade, design, vendas e desenvolvimento. Ele também usa motor de busca marketing (como Yahoo e Google), banners em sites, Search Engine Optimization, e estratégias de email marketing. Existem algumas vantagens concretas para marketing online. Internet marketing é relativamente barato quando você compará-lo com o custo de atingir seu mercado-alvo com técnicas tradicionais de marketing. Existem muitas empresas que descobriram que eles podem alcançar um público muito grande para um custo significativamente menor do que os seus métodos de publicidade off-line padrão. marketing off-line Esse é o tipo tradicional de estratégia de marketing. Se você tem idade suficiente, se não for pedir um cara velho você sabe, acho que volta cerca de 20 anos, antes que houvesse uma Internet. Todos os tipos de marcação que foi usado depois que se enquadram nesta categoria.

Anúncios de jornal.
Radio.
Television.
Bulk mail.
Outdoors
Anúncios em revistas.

Como você pode imaginar marketing off-line será o tipo mais caro de marketing, porque ao contrário de marketing on-line, cada vez que você deseja obter o seu nome lá fora, você vai ter que pagar. Portanto, tenha em mente o quanto de um orçamento que você tem de se comprometer com marketing. Você pode querer concentrar-se mais de seus esforços para internet e marketing de relacionamento, mas como sempre a escolha é sua.

(Adsbygoogle = window.adsbygoogle || []) push ({}).;

A palavra da boca ou Marketing de Relacionamento

Esse tipo, se você se comprometer com ele, pode e vai ser a sua estratégia de marketing mais importante. Você vai construir a confiança em seus clientes que não podem ser construídos por outros caminhos. Pense em suas próprias experiências quando se compra um novo (preencha o espaço em branco). Se o que você quer comprar é recomendado por um amigo de confiança as chances que você vai comprar é maior do que se você apenas ver um anúncio publicitário. A confiança é enorme em qualquer estratégia de marketing. O truque aqui é a construção de redes de pessoas que conhecem e confiam em você.

Desconectado Relacionamentos

Amigos.
Parentes.
Conhecidos Negócios
Colegas de envolvimento da comunidade
Paroquianos companheiros
Qualquer um que você se encontra na cidade.

Quando a oportunidade se apresenta, falar sobre o seu negócio! Diga-lhes que você está fazendo, seus planos, seu sonho de, eventualmente, querem o seu negócio a aparência. Oportunidades de apresentar-se o tempo todo, tudo que você tem a fazer é reconhecê-los e colocar-se lá fora! Como essas pessoas para conhecer o seu negócio e gostar do que você tem para oferecer, eles vão dizer a seus amigos, que vão dizer a seus amigos e assim por diante.

relacionamentos em linha

Desde o advento da internet e, dependendo da natureza do seu negócio, (se é local ou mais abrangente em quem são seus clientes) este poderia ser a maior parte de sua estratégia de marketing. Eu não estou dizendo que qualquer coisa que você provavelmente ainda não sabe, mas hoje a internet é construída sobre relacionamentos. As pessoas a se comunicarem em:

Facebook
Chilro
LinkedIn
MySpace

E isso só é a ponta do iceberg! Há mais lugares para conhecer e conhecer as pessoas que você pode agitar uma vara em. Como marketing online. Estes são os três tipos de estratégias de marketing e eles vão trabalhar para você e seu novo negócio, mas você deve comprometer-se a eles. É trabalho, mas você pode fazê-lo. Acredite em si mesmo! (Se você chegou até aqui, eu acredito em você também, porque você tem provado que você tem vontade de vencer) Você acredita em você e eu também Isso é duas pessoas -! Ver, seu plano já está crescendo [1.999.003] [ 1999019]
[ad_2]

20 Idéias criativas de Marketing para Pequenas Empresas

[ad_1]

Vamos enfrentá-lo, às vezes, as idéias são apenas difíceis de encontrar. Estamos tão sobrecarregado com coisas para lembrar e atrações, que vem com algumas novas maneiras de ajudar a promover o nosso negócio pode ser um desafio.

Ao longo das últimas semanas, eu anotei algumas idéias que apelavam para mim. Alguns eu pensei em mim, alguns que eu descobri através de todos os meus empreendimentos de surf tarde.

1) Crie um calendário para dar de presente. Se ele se aplica, e as fotos podem se relacionar com o seu negócio melhor ainda. É claro que este calendário vai ter o nome da empresa e informações de contato sobre ele!

2) Realizar uma clínica gratuita ou seminário sobre um produto ou serviço que você oferece. Estes podem ser webinars bem. Eles não tem que ser complicado, mas eles precisam ser relevantes.

3) Coloque junto um vídeo marketing. Google adora vídeo. Quando é completo, faça o upload para o YouTube e, em seguida, incorporá-lo em seu site, e onde nunca mais você pode pensar.

4) Escrever um artigo sobre o que você sabe e postá-lo em seu site, blog, outra sites, em todos os lugares! Nós todos sabemos mais sobre algo que alguém faz, por isso, promover-se como um especialista nessa!

5) Escrever um comunicado de imprensa e enviá-lo para o seu jornal local. Há também inúmeros sites que você pode enviar seu comunicado de imprensa para, e alguns deles são gratuitos.

6) Criar um prêmio anual para algo e divulgá-la.

[1.999.002] 7) Junte-se a sua câmara de Comércio, principalmente para as oportunidades de networking incríveis que ele vai lhe oferecer, mas também para mostrar o seu senso de comunidade.

8) Ofereça-se para dar um discurso, ou para o dia da carreira em uma escola secundária local. [1999003 ]

9) Criar um programa de fidelização de clientes.

[1.999.024]

(Adsbygoogle = window.adsbygoogle || []) push ({}).;

10) Criar um boletim informativo mensal e iniciar uma campanha de email marketing.

[1.999.002] 11) Equipe-se com um negócio não competindo para oferecer um pacote promocional. [1.999.002] 12) Se possível, emprestar suas instalações para fora para reuniões e outros eventos. Esta é uma ótima maneira de espalhar a palavra sobre o seu negócio localmente e que você pode oferecer.

13) Spotlight um cliente como Cliente do Mês. Certifique-se de anunciar isso em vários lugares.

14) Iniciar um blog.

[1.999.002] 15) Verificar a seção editais de seu jornal local para fictício Negócios Nome anúncios declaração e enviar-lhes um folheto, um cartão de visita e qualquer que seja a sua mais recente promoção é.

16) Tenha uma caça ao tesouro em seu site.

[1.999.002] 17) Escrever um livro ou escrever um e-book que você pode dar para gratuitamente em seu site. As pessoas adoram coisas grátis

18) Ajude um Repórter Fora -. Faça a sua experiência à disposição dos jornalistas de todo o país que estão à procura de pessoas para entrevistar em literalmente todos os assuntos que você poderia pensar. Não exatamente marketing, mas poderia ajudar na exposição global do seu empreendimento. http://www.helpareporter.com

19) Marketing de afiliados -. Não é um conceito novo, por qualquer meio, mas vale o esforço. Confira www.ClickBank.com.

20) Junte-se a um clube de leads. Se você não consegue encontrar um, comece um!

Eu tenho implementado alguns destes mim e tem planos de trabalhar em um pouco mais. Eu espero que você encontrá-los úteis, e se você tem alguma idéia de seu próprio que você gostaria de passar adiante, por favor, sinta-se livre para comentar! Eu adoro ouvir novas idéias.

[ad_2]

Definição Para Ferramentas de Marketing

[ad_1]

A definição de ferramentas de marketing, e seus usos vão ser diferentes para cada negócio, e realmente depende de que tipo de marketing que você está se referindo. Você marketing off-line, ou você está de marketing on-line? A definição de ferramentas de marketing em relação ao marketing offline implicaria coisas como jornais, páginas amarelas, outdoors e rádio, para citar alguns.

Para efeitos deste artigo, eu gostaria de ir brevemente em mais detalhes sobre a definição de ferramentas de marketing em relação ao marketing online. Métodos de marketing on-line dar-lhe a oportunidade de promover rapidamente o seu negócio e / ou produtos para uma infinidade de potenciais clientes, e incluem ferramentas como os três exemplos a seguir:

Artigo Marketing:

Este artigo que você está lendo agora é uma ferramenta de marketing tremenda chamado marketing do artigo. Você simplesmente escrever um artigo que diz respeito ao seu negócio, e tê-lo publicado em qualquer diretório do artigo on-line

Video Marketing:.

Quando você está procurando um tópico sobre a internet, uma lista de resultados aparecerão. Se você fosse para ver uma miniatura de um vídeo que diz respeito ao que você está procurando nos resultados da pesquisa, as probabilidades são, você vai assistir a esse vídeo primeiro acima de qualquer outro resultado que aparece na página. Esta é a natureza humana, e é isso que o mercado de vídeo é dependente. Produzir um vídeo que diz respeito ao seu negócio e publicá-la em qualquer site de vídeo online.

(Adsbygoogle = window.adsbygoogle || []) push ({}).;

Blogging:

Os blogs são os tipos mais favorecidas do site pelos motores de busca. Isto pode lhe dar a capacidade de classificação elevada nos motores de busca se você postar boa qualidade e material informativo sobre o seu negócio. É sempre no seu melhor interesse para postar conteúdo exclusivo, o que significa que o conteúdo não pode ser encontrado em qualquer outro lugar na web.

Por favor, tenha em mente que todas as três ferramentas de marketing acima requerem uma extensa pesquisa de palavras-chave. Pesquisa de palavras-chave oferece a você a informação que você precisa para deixar seu material de uma forma que ele pode ser classificado favoravelmente nos motores de busca, de modo que seu negócio ou oportunidade pode ser encontrado por pessoas que estão procurando o que você tem para oferecer. [ 1999003]

Se você aprender a aplicar estas três técnicas de marketing on-line simples, você estará dirigindo uma quantidade enorme de tráfego para seu site em nenhum momento. Se você dominar estas estratégias simples, e colocá-los em ação em massa, a sua empresa vai começar a prosperar.

[ad_2]

O que é Estratégia de Marketing?

[ad_1]

Muita gente quer saber exatamente o que é estratégia de marketing. Há muitas definições lá fora, mas para colocá-lo simplesmente, é como você levar as pessoas ou clientes potenciais interessados ​​em sua empresa, seu produto ou seu serviço. Como posicionar sua marca, criar mensagens e estabelecer seus objetivos da empresa, apoia a sua tentativa de interessar as pessoas. Como você se envolver com ou perseguir o seu público é o que define o seu plano de marketing.

A estratégia de marketing é a base para que você pode julgar se o seu plano é bem sucedido. Você pode a partir de que determinar se você está cumprindo as metas estabelecidas e definidas na estratégia. A estratégia de marketing é realmente a pedra angular de todos os esforços de marketing e age como um trampolim para todos os esforços futuros.

Estratégia de Marketing Importância

Alguns empresários às vezes ficam tão desligou nos detalhes finitos de criar, desenvolver e testar um produto, que não tomar o tempo para descobrir quem é o público, o que o produto deveria dizer e porque as pessoas estariam interessados. Sem prestar atenção a uma estratégia de marketing de um lançamento de um produto pode ser apressado e não ser tão bem sucedido como um apoiado por uma estratégia de marketing para guiá-lo para o mercado. Ele poderia potencialmente causar uma pequena empresa ter que fechar suas portas porque havia uma grande idéia e necessidade de um produto, mas não consideração a forma como ele se encaixa no espaço ou como as pessoas podem recebê-lo.

Basics forte estratégia

, a fim de criar uma forte estratégia de marketing que você precisa:

1. Entender o que faz o seu negócio único ou diferente.

Primeira parte de uma estratégia de marketing bem sucedida é encontrar algo que faz com que sua empresa se destacar de outras empresas que oferecem serviços ou produtos similares. Às vezes, você vai ter que mudar partes do seu negócio para acomodar isso. Se os clientes potenciais não encontrar nada de exclusivo sobre o seu negócio que vai escolher o serviço com base no preço.

(Adsbygoogle = window.adsbygoogle || []) push ({}).;

2. Entenda o seu público-alvo.

Pense sobre as características de seu cliente ideal. Faça uma imagem mental desta pessoa e tentar chegar dentro de suas cabeças. O que eles gostam? Que coisas são importantes para eles? O que os motiva a comprar? O que influencia suas decisões?

3. A identificação de objetivos de marketing ou o que você deseja alcançar com marketing.

Será que isso significa uma taxa de conversa, os produtos vendidos ou o número de contratos assinados? Poderia ser uma série de coisas. É apenas a definição do que seria de considerar o sucesso de sua empresa.

4. Estabelecer o seu orçamento de marketing.

Ter um orçamento ajuda você a manter o controle do que você precisa para gastar em marketing sem ele ficar fora de controle. Isso é algo que lhe permitirá configurar expectativas internamente também.

Upfront Planejamento Leva ao Sucesso

Abraçando e estabelecendo uma sólida estratégia de marketing poderia beneficiar qualquer empresa, produto ou serviço. É onde as campanhas de marketing com mais sucesso são criados a partir. Além disso, é uma ótima maneira de manter todos na mesma página e manter uma identidade de marca consistente e plataforma mensagem por toda parte. A consistência é fundamental no desenvolvimento de reconhecimento e lealdade. A estratégia de marketing que explicita claramente tudo fora mantém todos os esforços em sintonia com cada um. Isto acabará por fazer todos os seus esforços mais impactante.

[ad_2]

E-mail marketing: os desafios da entregabilidade

Fator crucial em qualquer campanha de e-mail marketing, a entregabilidade pode determinar o sucesso ou o declínio de qualquer ação.

Segundo dados da Return Path, a média global de ingresso na caixa de entrada é de 81%, 86% nos Estados Unidos. Já no Brasil, essa taxa é de 64%, o que aponta que estamos a uma espantosa distância para o potencial que nosso e-commerce e nosso marketing digital representam.

Entregabilidade em e-mail marketing

A entregabilidade é um grande desafio para as ações de e-mail marketing no mercado brasileiro. Existem fatores que podem levar a sua taxa de entregabilidade à ruína, consolidando um baixo retorno sobre sua campanha, além de comprometer a reputação da marca.

Quanto mais se faz spam e não se aplicam as boas práticas, mais o fator entregabilidade fica reduzido e aumentam as chances de que o destinatário não reconheça o remetente que gostaria de se comunicar com ele com relevância.

Atenção ao Template

Dentro desses pontos é preciso levar em conta, primeiramente, o desenvolvimento do template. Normalmente, as empresas querem colocar todas as ofertas e a mensagem fica longa. É importante que, durante o planejamento de design, a quantidade de texto já seja limitada e que a imagem para o HTML seja leve. Costumamos trabalhar com o tamanho de 30 KB como aceitável; com mais que isso, pode haver problemas na entregabilidade.

Uma vez desenvolvido o template, é preciso levar em conta o servidor de e-mail utilizado pelo usuário. Alguns servidores apresentam maior restrição em relação a tamanho do e-mail, conteúdo e reputação do remetente, dificultando a entrega da mensagem.

Assim que o template e os servidores são entendidos, é hora da formulação do título do e-mail marketing. Algumas palavras e frases são praticamente proibidas para compor o assunto da mensagem, como: “promoção”, “teste agora” e “últimas oportunidades”, entre outras. Além disso, devem ser tomadas determinadas ações para otimizar o título, a abertura e a entregabilidade das campanhas.

Boas práticas

Todos esses pontos devem seguir as boas práticas, levando-se em conta que o e-mail marketing não deve ser usado para prospecção, mas sim como uma ferramenta de comunicação com o usuário, que deve ser tratado com relevância, segmentação e informações assertivas.

A boa campanha de e-mail marketing cria relacionamentos, é conveniente, prestativa, informativa, importante e desejada pelo destinatário.

Todos esses elementos, se bem trabalhados, contribuem para a geração da reputação do remetente. Quando bem construída, a reputação garante às mensagens um caminho livre de barreiras para alcançar o destino final, a caixa de entrada do usuário.

E esse caminho ainda pode contar com outros facilitadores, como a certificação Return Path, que identifica que o envio do e-mail marketing é feito por um remetente com boa reputação, aumentando a taxa de entregabilidade da mensagem eletrônica direto na caixa de entrada do destinatário.

Em suma, diversos são os fatores que podem alavancar ou restringir a entregabilidade de uma campanha de e-mail marketing. Determinar o sucesso dessa taxa de entrega só depende de como suas ações são desenvolvidas.

As ferramentas foram expostas, basta saber como utilizá-las. Desafio aceito?

 

Autor
Juliano Marcílio é Presidente da unidade de Marketing Services da Experian