Cuidados ao escolher uma empresa de Recuperação de Dados

No final dos anos 90 e início do novo milênio houve uma explosão no volume de dados armazenados em formato digital e, consequentemente, os incidentes de perda de dados. O que fazer caso o disco rígido de seu notebook ou computador, com aquele seu trabalho tão importante, parar de funcionar? Como escolher a empresa de recuperação de dados?

Armazenamento de dados do usuário

São músicas, vídeos, fotos e animações que antes estavam simplesmente fora dos computadores mas que com o avanço da tecnologia passaram a ser armazenados em nossos discos rígidos, cartões de memória, cartões flash e outros dispositivos de memória.

Alguns colegas têm notebooks com mais de 80GB ocupados por arquivos MP3. Na realidade o computador se tornou a discoteca digital de muitas pessoas.

Visitei um cliente que tinha simplesmente 450GB ocupados por arquivos de vídeo. Eram longa metragens inteiros gravados no servidor da empresa – que sofreu uma parada no SQL Server por falta de espaço livre em disco.

Com a popularização das máquinas fotográficas digitais, álbuns inteiros de viagens, festas e eventos estão também ocupando vários Gigas de discos rígidos. Quando se pensa nos sistemas de gravação de vídeo em tempo real, são ainda mais Gigas e Gigas.

Com tantos dados armazenados em computadores, o risco de que algo dê errado e algum arquivo importante ou com valor sentimental seja perdido é cada vez maior.

Antes de pensar em falhas de seu computador, algo muito mais grave pode ocorrer: e se seu escritório sofrer um incêndio, inundação, depredação ou simplesmente desmoronar? Agora com quase tudo armazenado em computadores o medo de que algo dê errado é cada vez mais real e as chances de que um problema ocorra são maiores.

Empresas de Recuperação de Dados

Por todos esses fatores vimos um crescimento no número e na sofisticação de serviços de empresas de recuperação de dados. A ampla competição no setor trouxe um benefício para o consumidor. As empresas de recuperação de dados estão oferecendo serviços melhores por preços menores.

Porém nem tudo são flores. Muitas empresas baixaram tanto o preço de seus serviços que oferecem serviços de qualidade inferior. Algumas dessas empresas cobram valores como R$ 250,00 pela recuperação de discos rígidos inteiros. Geralmente essas empresas resolvem somente os casos mais simples e são freqüentes seus laudos de “disco irrecuperável”.

A pior parte é boa parte desses dados “irrecuperáveis” podem ser recuperados por empresas especializadas. Assim, faça uma pesquisa prévia sobre a solidez técnica da empresa de recuperação de dados.

Recebi um telefonema do gerente de uma empresa falando que seu servidor parou, ele enviou o disco rígido para reparo mas foi “irrecuperável” e ele estava pedindo ajuda para montar uma estrutura para redigitação das transações dos últimos dois dias. Enviei o disco para outro laboratório e duas horas depois, com a troca da placa lógica do disco rígido, o servidor estava de volta ao ar.

O que o usuário pode esperar quando perdem seus dados importantes devido a uma falha no disco rígido? Em primeiro lugar, eles provavelmente conseguirão uma grande variedade de preços.

Em média eu diria inquirindo para um disco rígido de IDE normal provavelmente executará em qualquer lugar de R$300,00 até R$3,900. A variação é enorme e você deve aplicar alguns princípios para “separar o joio do trigo”.

Cuidados na hora de escolher

Minha primeira recomendação é: esqueça as empresas que cobram uma taxa de avaliação técnica. Na maioria dos casos o técnico de recuperação de dados com ampla experiência pode determinar as chances de recuperação de um disco rígido em menos de cinco minutos.

Dependendo do valor da taxa de avaliação e do volume de trabalho a empresa pode ficam desmotivada a recuperar seus dados. Eu somente envio discos para empresas que seguem o padrão pague somente pelos dados recuperados.

Outra coisa que você deve ter bem em mente é que seus dados não estarão disponíveis do dia para a noite. Tenha expectativas razoáveis. Mesmo com as ferramentas sofisticadas, a recuperação de dados requer tempo e quase sempre há perdas.

Seja cauteloso com empresas de recuperação de dados que prometem recuperar todos os seus dados em menos de 24 horas. Considere somente o tempo gasto para gravar 100 DVDs de 4.6GB com o conteúdo do disco de um servidor – estamos falando somente da cópia dos dados após sua recuperação.

A tendência que vemos hoje é a contínua sofisticação dos serviços de recuperação de dados ao mesmo tempo em que há outras empresas que simplesmente não merecem continuar no mercado.

Minha recomendação final sempre é: para evitar dores de cabeça com perda de dados mantenha sempre em dia seus planos de backup.

Autor: Marco Aurélio de Lima (maurelio@malima.com.br, http://www.malima.com.br)